Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • Esta contribuição é ORIGINAL e INÉDITA.

    Confirmo que este artigo NÃO está sendo avaliado em nenhum outro periódico.




    1. Cadastrei os dados do(a) autor(a) e co-autor(a/es) com a última titulação; a instituição, universidade e/ou pesquisa a que está vinculado;
    2. Inseri (copiei e colei) a URL (endereço eletrônico) do Currículo Lattes no cadastro do(a) autor(a) e de cada co-autor(a/es) Exemplo: http://lattes.cnpq.br/7906669030655297;
    3. Forneci endereço completo do autor e co-autores(a ser utilizado posteriormente no caso da publicação do artigo, para o envio de exemplar via correio).
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • Caso tenha utilizado URLs (websites/endereços eletrônicos) no corpo do texto e/ou nas Referências pede-se que seja informado o endereço completo nas 'Referências' do manuscrito.
  • O texto está em letra Arial; usa uma fonte de 12-pontos; espaço 1,5 cm; deslocamento de 1,5 para primeira linha; margens inferior e superior 2,5 cm; formato para papel A4; Títulos, resumos e palavras-chave em Português, Inglês e Espanhol, nesta ordem; sem autoria do(s) autor(es) e no arquivo enviado para submissão; foram referenciadas somente as obras que foram utilizadas no texto; as figuras, tabelas e mapas estão inseridas no texto, e também foram enviados separadamente em arquivo(s) como documento(s) suplementares nesta submissão.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, no cabeçalho e na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  • Certifico que participei da concepção do trabalho, em parte ou na íntegra, que não omiti quaisquer ligações ou acordos de financiamento entre os autores e companhias que possam ter interesse na publicação desse artigo. Certifico que o texto é original e que o trabalho, em parte ou na íntegra, ou qualquer outro trabalho com conteúdo substancialmente similar, de minha autoria, não foi enviado a outra revista e não o será enquanto sua publicação estiver sendo considerada pela Revista Paranaense de Desenvolvimento, quer seja no formato impresso ou no eletrônico.

  • Confirmo que o artigo não possui mais de quatro autores

Diretrizes para Autores

 

A Revista Paranaense de Desenvolvimento - RPD é um periódico de acesso livre publicado pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES), vinculado à Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral (SEPL) do Estado do Paraná, Brasil.

A RPD aceita para avaliação artigos originais, concisos e consistentes no estilo e que versem preferencialmente temas relacionados à socioeconomia. Tem como missão publicar artigos inéditos sobre as interpretações do desenvolvimento paranaense e brasileiro, enfocando a inserção da economia e sociedade nas novas trajetórias delineadas pelo atual processo de transformação da economia mundial.

Tem como público-alvo professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação em Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins. Publica e distribui exemplares a bibliotecas de universidades e institutos de pesquisa no Brasil e no Cone Sul.

1)   Modalidades para submissão:

  • Artigo: deve ser original contribuição de caráter acadêmico e/ou técnico-científico destinado a divulgar resultados de pesquisa científica, de natureza empírica, experimental ou conceitual (mínimo de 12 e máximo de 22 páginas, incluindo títulos, resumos, tabelas, figuras, mapas e referências bibliográficas).
  • Revisão: avaliação crítica sistematizada da literatura sobre determinado assunto; deve-se citar o objetivo da revisão, especificar (em métodos) os critérios de busca na literatura e o universo pesquisado, discutir os resultados obtidos e sugerir estudos no sentido de preencher lacunas do conhecimento atual (mínimo de 12 e máximo de 22 páginas, incluindo títulos, resumos, tabelas, figuras, mapas e referências bibliográficas).
  • Ensaio: reflexão circunstanciada, com redação adequada ao escopo de uma publicação científica, com maior liberdade por parte do autor para defender determinada posição, que vise aprofundar a discussão ou que apresente nova contribuição/ abordagem a respeito de tema relevante (mínimo de 12 e máximo de 22 páginas, incluindo títulos, resumos, tabelas, figuras, mapas e referências bibliográficas).
  • Resenha: análise crítica sobre livro publicado nos últimos dois anos (até 7 páginas, com as mesmas configurações que se solicita para o texto, incluindo referência bibliográfica completa no cabeçalho).

2)   Artigo submetido por aluno de pós-graduação (Mestrado e/ou Doutorado) somente será aceito se escrito em co-autoria com o Orientador, conforme sugere a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

3)   Todos os artigos são apreciados por dois avaliadores, através do sistema blindreview, ou seja, avaliação cega e, caso necessário, serão enviados ainda a um terceiro avaliador. Após esta avaliação, o manuscrito poderá ser:

  • aprovado sem restrições;
  • aprovado com pequenas modificações;
  • parcialmente rejeitado, podendo o autor reapresentá-lo, desde que atendendo às exigências dos pareceristas;
  • rejeitado.

4)   A RPD reserva-se o direito de evitar a publicação de um mesmo autor em intervalos menores do que duas edições.

5)   É de responsabilidade do autor(ou autores) promover as devidas revisões gramaticais no texto encaminhado, bem como preocupar-se com a obtenção de autorização de direitos autorais com relação ao uso de imagens, figuras, tabelas, mapas, métodos etc. junto a outros autores ou editores, quando for o caso.

6)   A normalização bibliográfica deve seguir as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) - NBR6023 (versão atualizada), revisada por profissional da área.

7)   No caso de texto aceito para publicação que o autor deseje que seja traduzido para o inglês, sugere-se a correção pelo American Journal Experts (www.journalexperts.com), a qual deve ser custeada pelo autor.

8)   Quando as alterações forem referentes apenas a aspectos gramaticais, ortográficos e de ordem normativa, com vistas a manter a homogeneidade da publicação, o texto será revisado pela equipe de revisão e editoração da revista, com o direito de fazer as modificações necessárias, respeitando o estilo do autor. Nos demais casos, o autor reformulará o texto conforme o que for solicitado pelos pareceristas.

9)   Os artigos e demais trabalhos publicados na Revista Paranaense de Desenvolvimento passam a ser propriedade da revista. A impressão, total ou parcial, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação, citando-se a edição, data da publicação e endereço eletrônico.

10)   Os textos podem ser apresentados em uma destas três línguas: português, espanhol ou inglês.

11)   Os artigos em língua portuguesa devem ser redigidos conforme a norma de apresentação de artigos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) - NBR6022 (versão atualizada).

12)   Para os artigos em língua espanhola ou inglesa, os autores deverão utilizar as normas brasileiras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), conforme exposto no item anterior.

13)   Submissão eletrônica: Os artigos devem ser submetidos via  plataforma https://ipardes.emnuvens.com.br/revistaparanaense/about/submissions

  • somente serão aceitas submissões feitas eletronicamente pelo portal da revista;
  • o arquivo contendo o texto, que será anexado (transferido), durante a submissão, não pode ultrapassar o tamanho de 3 MB.

14)   Se o autor já estiver cadastrado, é necessário somente usar o link Acesso entrar com  login e senha e iniciar os passos para a submissão do trabalho. Se ainda não estiver cadastrado, é necessário usar o link Registrar. Cadastre-se em   https://ipardes.emnuvens.com.br/revistaparanaense/user/registe e preencha as informações.

Caso encontre alguma dificuldade enviar e-mail para revista@ipardes.pr.gov.br solicitando seu cadastro.

15)   Em seguida, o autor deve utilizar o link Autor e iniciar o processo de submissão do artigo. São cinco passos. Lembre-se de salvar ao final de cada etapa:

  • Confirme marcando nas caixas de seleção que a submissão está em conformidade com as condições da revista antes de prosseguir ao 2.º passo do processo;
  • Transferência do texto: transfira o arquivo em .doc ou .docx, lembrando-se de remover qualquer tipo de identificação de autoria;
  • Inclusão de metadados: preencha os dados de autoria, inclusive o resumo de biografia. Caso tenha mais de um autor, clique em “incluir autor” e preencha os dados. Preencha os campos de título e resumo em caixa baixa. Preencha os campos de indexação; palavras-chave são itens obrigatórios;
  • Transferência de documentos suplementares: etapa opcional. Podem ser anexados documentos como autorizações de publicação e uso de fontes ou complementos ao artigo, a exemplo de tabelas, figuras, gráficos, mapas e fotos inerentes ao texto enviado;
  • Confirmação: confirme que o arquivo foi anexado ao sistema e conclua a submissão.

16)   Anonimato: Solicita-se ao autor que, antes de submeter o texto, retire o(s) nome(s) da autoria ou qualquer identificação do arquivo enviado, inclusive na opção propriedades do ‘Word’.

17)   Características gerais do texto

A formatação do texto deve seguir as especificações abaixo:

  • Digitado em Word
  • Letra tipo Arial, corpo 12
  • Espaçamento 1,5 pt
  • Alinhamento justificado
  • Papel em formato A4
  • Margens = 2,5 cm
  • Parágrafo com recuo na primeira linha = 1,5 cm
  • Se possível, o autor deve evitar notas de rodapé, a não ser, evidentemente, nos casos pertinentes. Neste caso, ao utilizá-las, estas devem vir ao final da página, em numeração contínua.

18)   O artigo deve ser elaborado nesta sequência:

  • Títulos

No cabeçalho, o título deve ficar em alinhamento à esquerda, em letras maiúsculas e negrito (fonte Arial 12) e ter no máximo 15 palavras. Deve ser escrito em 03 (três) línguas: em português, em seguida inglês e, por último, espanhol.

  • Resumos e palavras-chave

O resumo deve ter no mínimo 100 e no máximo 250 palavras, expondo a abordagem principal do texto. Deve ser claro e conciso, num único parágrafo, justificado e com espaçamento simples, contendo o objetivo, metodologia, resultados e conclusões.

Devem ser apresentadas, também, 05 (cinco) palavras-chave que melhor representem o assunto do artigo. As palavras devem ser separadas por ponto, conforme exemplo:

Palavras-chave: Uma palavra. Duas. Três. Quatro. Cinco palavras.

Resumos e palavras-chave devem vir em seguida dos títulos, nas 03 (três) línguas referidas, a saber: em português, em seguida em inglês e, por último, em espanhol. A fonte deve ser Arial 12, o espaçamento entrelinhas simples, na seguinte sequência:

Título em português

Título em inglês

Título em espanhol

Resumo

Palavras-chave

Abstract

Keywords

Resumen

Palabras-clave

  • Corpo do texto do artigo

Sugere-se que o texto obedeça à seguinte sequência: Introdução, Metodologia ou Procedimentos metodológicos/operacionais, Capítulos ou subdivisões do corpo do trabalho, Considerações Finais ou Conclusões, e Referências.

  • Tabelas, figuras, gráficos e mapas

Estes elementos devem ser inseridos no texto e também enviados na submissão como documentos suplementares em arquivos independentes e editáveis, em número limitado, nos seguintes softwares:

Tabelas: Word ou Excel.

Gráficos: Excel ou Corel Draw.

Figuras: Corel Draw.

Mapas e imagens não editáveis devem ser encaminhados em formato JPEG e em
alta resolução.

  • Apêndices e Anexos

Não serão aceitos apêndices ou anexos nos artigos. Nos casos em que, pela natureza do estudo, este tiver originalmente apêndice ou anexo, o autor deverá informar aos leitores, em nota de rodapé do artigo, como podem acessar esses elementos.

  • Citações

As citações diretas com até três linhas devem estar entre aspas duplas, no corpo do texto.

Por exemplo:

Carvalho e Schmitz (1990, p.149) afirmam que “até os anos 70 os princípios do fordismo guiaram internacionalmente a administração na indústria automobilística e em outras indústrias de produção em massa”.

As citações diretas com mais de três linhas (citação longa) devem ser destacadas:

- com recuo de 4 cm da margem esquerda;

- em fonte 10;

- inserindo-seespaçamento antes e depois da linha do corpo do texto;

- comentrelinhamento simples, sem aspas. Exemplo:

A cidade de Ponta Grossa tem tradição na metalurgia, que remonta ao período da economia do mate, quando teve início o processo de urbanização do município. Esse período foi marcado pela presença de imigrantes alemães (russo-alemão) e posteriormente poloneses e italianos, os principais responsáveis pela produção de carroças e oficina de ferragens, embrião do setor metal-mecânico em Ponta Grossa (LAROCCA JR.; LINS, 2002, citados por IPARDES, 2006, p.84).

  • Sistema de chamada de referências no texto

Para indicar as fontes citadas no texto, o autor deve adotar o sistema autor-data, que deve ser uniforme ao longo do texto, sendo necessário haver correspondências das chamadas das referências no texto com a entrada de cada referência na lista final de referências (ABNT NBR 6023 - versão atualizada).

19)   Referências bibliográficas:

No item das ‘Referências’ somente devem constar as referências de textos, artigos e documentos que foram citados no corpo do texto (ABNT NBR6023 – versão atualizada).

Quanto ao primeiro nome do autor, deve-se optar por escrevê-lo ou por extenso ou utilizando-se somente a inicial do primeiro nome, devendo-se seguir um só modo para todas as obras referenciadas.

A revista recomenda que 20% (vinte por cento) das referências bibliográficas e/ou citações sejam de artigos que façam parte de bases internacionais, como, por exemplo: SciELO, Scopusou ISI Web ofKnowledge, com menos de 10 anos.

Solicita-se evitar no artigo a autocitação, bem como a citação de monografias, anais, resumos, resumos expandidos, jornais e magazines.

A elaboração das referências deve orientar-se pelos exemplos a seguir, que se baseiam na ABNT NBR 6023 (versão atualizada):

  • Livro

Quando há apenas um autor:

FACHIN, Odília. Fundamentos de metodologia. 4.ed. São Paulo: Saraiva, 2003.

Quando houver dois ou três autores:

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Metodologia científica. 2.ed. São Paulo: Atlas, 1991.

Quando houver mais de três autores:

BRITO, E. V. et al. Imposto de renda das pessoas físicas: livro prático de consulta diária. São Paulo: Frase Editora, 1996.

Quando houver organizador (org.), coordenador (coord.) ou editor (ed.):

VERSIANI, Flávio Rabelo; BARROS, José Roberto Mendonça de (org.). Formação econômica do Brasil: a experiência da industrialização. São Paulo: Saraiva, 1978.

Quando não há o nome da editora:

VALÊNCIA, I. Das mulheres e das flores. Belo Horizonte: [s.n.], 1974.

Quando não há data da edição:

Sempre deve ser indicada uma data, seja de publicação, de distribuição, do copyright, de impressão ou outra. Se nenhuma data puder ser determinada, coloca-se uma data aproximada entre colchetes [ ], como segue:

[1971] data certa, mas não indicada no material

[1989?] data provável da publicação

[ca1965] data aproximada da publicação

Quando o autor for uma entidade:

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Administração Geral. A educação no Brasil na década de 80. Brasília: MEC, 1990. 106p.

Quando a obra tiver título e subtítulo:

CERTEAU, M. de. Histoire et psychanalyse: entre science et fiction. Paris: Gallimard, 1987.

Autoria desconhecida:

Quando não existe nome de autor, a primeira palavra significativa do título é escrita em caixa alta. Não se usa o termo ‘anônimo’. Exemplo:

O PENSAMENTO vivo de Nietzsche. São Paulo: Martin Claret, 1991. 110p.

  • Capítulo de livro

MOURA, Rosa. Políticas públicas urbanas: ausências e impactos. In: MENDONÇA, Francisco (org.). Impactos socioambientais urbanos. Curitiba: Ed. UFPR, 2004. p.149-168.

  • Artigo em periódico

SCHNEIDER, Sergio; BLUME, Roni. Ensaio para uma abordagem territorial da ruralidade: em busca de uma metodologia. Revista Paranaense de Desenvolvimento, Curitiba: IPARDES, n.197, p.109-135, jul./dez. 2004.

TORRES, Haroldo da Gama et al. Pobreza e espaço: padrões de segregação em São Paulo.Estudos Avançados, São Paulo: USP/Instituto de Estudos Avançados, v.17, n.47, p.97-128, jan./abr. 2003.

  • Dissertação de Mestrado

RODRIGUES, M. V. Qualidade de vida no trabalho. 1989. 180 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1989.

  • Tese de Doutorado

DELGADO, Paulo Roberto. Precarização do trabalho e condições de vida: a situação da Região Metropolitana de Curitiba nos anos 90. 2001. 63 f. Tese (Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2001.

  • Acesso via Internet

Artigo de Internet com autor:

CARNEIRO, Marcelo Domingos Sampaio. Entre o estado, a sociedade e o mercado: análise dos dispositivos de governança da indústria florestal na Amazônia. Cad. CRH, Salvador, v.25, n.64, abr. 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-49792012000 100006.131. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-49792012000100006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 03 abr. 2013.

COSTA. M. Agronegócio: o motor da economia brasileira e o dinamismo da economia paranaense. Agronline.com.br. Disponível em: http://www.agronline.com.br/ artigos/artigo.php?id=331. Acesso em: 10 mar. 2011.

FLORIANI, D. Complexidade e epistemologia ambiental em processos socioculturais globais e locais. INTERthesis, Florianópolis: UFSC/PPGICH, v.7, n.2, p.45-64, 2010. DOI: 10.5007/1807-1384.2010v7n2p45. Disponível em: http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/ interthesis/article/view/17219. Acesso em: 11 mar. 2011.

 

Artigo de Internet sem autor específico:

CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, Brasília, v.26. n.3, 1997. Disponível em: http://www. ibict.br/cionline. Acesso em: 19 maio 1998.

  • Verbete de dicionário

ÉTICA. In: FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS. Instituto de documentação. Dicionário de Ciências Sociais. Rio de Janeiro: FGV, 1986. p.433-435.

 

Artigos

Os artigos publicados são originais, uma contribuição de caráter acadêmico e/ou técnico-científico destinada a divulgar resultados de pesquisa científica, de natureza empírica, experimental ou conceitual.

Revisão de Literatura

O manuscrito na modalidade de 'revisão de literatura' é uma avaliação crítica sistematizada da literatura sobre determinado assunto; procura citar o objetivo da revisão, especificar métodos, os critérios de busca na literatura e o universo pesquisado, discute os resultados obtidos e sugere estudos no sentido de preencher lacunas do conhecimento atual.

Ensaios

Os ensaios publicados são inéditos oriundos de uma reflexão circunstanciada, que visa aprofundar a discussão ou apresentar uma nova contribuição/abordagem a respeito de tema relevante.

Resenhas

As resenhas são uma análise crítica sobre livro publicado nos últimos dois anos.

Política de Privacidade

Política de Privacidade - Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros. Esta revista não cobra dos autores para publicar e os artigos são de acesso livre e gratuito.

A Revista Parananense de Desenvolvimento é um periódico de acesso livre, publica no seu formato impresso em torno de 400 exemplares por número e os distribui gratuitamente a bibliotecas de universidades federais, faculdades paranaenses, institutos de pesquisa no Brasil e no Cone Sul.